Cetamina para depressão refratária: quando é seguro?(segundo a Harvard)

Segundo o artigo da Harvard Medical School, de agosto de 2022, cetamina é um tipo incomum de droga psicodélica – chamada dissociativa – que está passando por um ressurgimento de popularidade. A cetamina tem sido usada em hospitais e clínicas veterinárias como anestésico por décadas, e agora vem cada vez mais sendo utilizada como um antidepressivo, que tem seu uso autorizado para aplicação em ambientes hospitalares no Brasil.

São os efeitos que a cetamina produz de forma confiável que fundamentam, principslnete, seus usos médicos: controle da dor, esquecimento, intoxicação, dissociação e euforia. Recentemente, tem sido usado mais amplamente devido à sua aprovação para depressão resistente ao tratamento (DRT) – ou seja, depressão grave que não melhorou com outras terapias, incluindo pessoas com pensamentos suicidas.

O alívio da DRT com cetamina ocorre rapidamente. Em vez de esperar que um medicamento inibidor seletivo da recaptação de serotonina, ISRS, forneça algum alívio ao longo de semanas, as pessoas que sofrem sob o peso esmagador da depressão podem começar a sentir os benefícios da cetamina em cerca de 40 minutos.

A cetamina é o tratamento certo para pessoas que sofrem com depressão?

Esta é uma discussão que deve incluir o médico, que é seu provedor de saúde mental e quaisquer outros profissionais de saúde que cuidem de você. É importante lembrar que a cetamina não é um tratamento de primeira opção para a depressão e geralmente é usada apenas quando outros tratamentos mais duradouros não foram eficazes. Não é considerado curativo; em vez disso, melhora os sintomas por um certo período de tempo. 

Quais são os efeitos colaterais?

A cetamina é geralmente considerada segura, inclusive para aqueles que estão experimentando ideação suicida (pensamentos ou planos de suicídio). Os principais efeitos colaterais são dissociação, intoxicação, sedação, pressão alta, tontura, dor de cabeça, visão turva, ansiedade, náusea e vômito. A cetamina é evitada ou usada com extrema cautela nos seguintes grupos:

–  Pessoas com histórico de psicose ou esquizofrenia, pois existe a preocupação de que
  a dissociação que a cetamina produz possa piorar os transtornos psicóticos

  • Pessoas com histórico de transtorno por uso de substâncias, porque a cetamina pode causar euforia (provavelmente por desencadear os receptores opióides) e algumas pessoas podem se tornar viciadas (o que é chamado de transtorno por uso de cetamina).
  • Adolescentes, pois há algumas preocupações sobre os efeitos a longo prazo da cetamina no cérebro adolescente ainda em desenvolvimento
  • Pessoas que estão grávidas ou amamentando
  • Idosos com sintomas de demência.

Pesquisas mais detalhadas precisam ser feitas sobre os benefícios e efeitos colaterais a longo prazo do tratamento com cetamina, e sobre sua segurança e eficácia para adolescentes e adultos mais velhos, bem como para as indicações emergentes de terapia com cetamina para PTSD, TOC, transtorno do uso de álcool e outras condições de saúde mental.

Por fim, existe a preocupação de que, com doses repetidas, a cetamina comece a perder sua eficácia e necessite de doses maiores para produzir o mesmo efeito, o que não é sustentável.

A cetamina pode fornecer grande expectativa para pessoas com depressão grave, que pode tirar das pessoas a esperança para o futuro, de que algum dia se sentirão em melhores condições de saúde mental. A cetamina pode fornecer ajuda e esperança aos pacientes que não encontraram alívio com nenhum outro tratamento. Dada a sua eficácia em pessoas que pensam em suicídio, é plausível que a cetamina possa salvar vidas.

À medida que aprendemos mais com a pesquisa sobre essa substância e com as experiências das pessoas em clínicas mais novas, seremos mais capazes de responder às questões sobre a eficácia a longo prazo da cetamina e quais salvaguardas são necessárias para o tratamento. Também podemos aprender quem tem maior probabilidade de se beneficiar com segurança das terapias com a substância.

Horário de atendimento:

Segunda à Sexta-feira das 08:30 às 17:00

Responsável Técnico – Dr Carlos David Segre

CRM 10.596 / SP

+55 11 98993-9921
+55 11 3195-4821

Instituto Alma Viva Ltda – Cnpj: 46.833.974/0001-57 – Rua Sabará, 566 (Conj. 212/214) – Higienópolis – São Paulo – SP

Copyright © 2022 Todos os direitos reservados.


Psiquiatra e psicólogo, inscrevam-se para 2ª turma, Pós em Psicoterapia Assistida por Psicodélicos, aprovada pelo MEC. As aulas começam em 22 de junho.